Fernando Holiday pediu voto no dia das eleições; MP solicitou abertura de inquérito

sem-titulo

sem-titulo





O Ministério Público requisitou a instauração de inquérito policial para apurar suspeita de crime eleitoral praticado por Fernando Holiday, do MBL, eleito vereador pelo DEM, em São Paulo. Em sua página no Facebook, pediu votos neste domingo (2), o que é proibido.

(Natuza Nery – Painel)