Falta papel para impressão de diplomas na USP

Ao menos 4.000 estudantes que concluíram a graduação ou a pós-graduação na USP (Universidade de São Paulo) aguardam há quatro meses a instituição entregar o diploma de conclusão.

O atraso na emissão dos certificados se deve à falta de papéis usados para a impressão dos diplomas, conforme revelou o jornal “O Estado de S. Paulo”.

A USP informou que a emissão de diplomas foi parcialmente suspensa em março porque o estoque de papel estava baixo e o processo de compra ainda estava em andamento.

Nesse período, a instituição informou que forneceu diplomas nos casos considerados urgentes, como por exemplo, para aqueles que haviam ingressado em concurso público, que precisavam de comprovação na empresa ou que iriam viajar para o exterior.

A Casa da Moeda, responsável pela confecção do documento, informou que não houve atraso na entrega dos diplomas e que estava previsto no acordo a entrega de 4.000 diplomas.

“O contrato para a confecção de diplomas para a USP foi assinado em 15 de março de 2016, com prazo da primeira entrega em até 150 dias, ou seja, 14 de agosto de 2016, observando-se a quantidade mensal solicitada (4.000 diplomas/mês)”, disse, em nota.

O órgão disse ainda que a USP solicitou urgência na entrega de pelo menos 6.000 diplomas e que foi enviado, antecipadamente, 7.500 diplomas no dia 21 de julho.

A USP afirmou ter recebido o primeiro lote de impressos da Casa da Moeda nesta segunda (25) e que a emissão de diplomas foi imediatamente retomada.

(Folhapress)


Leia mais