Ex-ministro do Supremo Tribunal Militar afirma ter iniciado o Golpe de 2016

Jornal GGNO ministro aposentado do Superior Tribunal Militar Flávio Flores Bierrenbach disse que não sabe onde o impeachment de Dilma Rousseff vai dar, mas sabe que a onda que iniciou o movimento pela derrubada da presidente reeleita em 2014 nasceu num tradicional almoço entre advogados, em São Paulo, no ano passado, quando ele fez um duro discurso pedindo a renúncia da petista.

“Esse pronunciamento gerou algo irresistível no Brasil. Não sabemos o que vai acontecer, sabemos que aconteceu por nossa causa. Sabemos que hoje temos no exercício da Presidência da República um presidente colega nosso — interino, é verdade, mas com a mesma legitimidade de votos, os mesmo 54 milhões de votos”, afirmou Bierrenbach, segundo o Conjur.

Alguns advogados presentes no almoço em comemoração ao 11 de Agosto, Dia do Advogado, discordaram de Bierrenbach e mandaram um sonoro “Fora Temer”.