STF pode devolver a segunda denúncia contra Temer à PGR

Ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) já aceitam discutir a possibilidade de enviar a denúncia contra Michel Temer, assinada por Rodrigo Janot, de volta à PGR (Procuradoria-Geral da República). Se isso ocorrer, caberá à nova procuradora-geral, Raquel Dodge, revisar o trabalho do antecessor e adversário.




Pelo menos quatro magistrados já conversaram sobre o assunto internamente.

Na sexta (15), Antonio Cláudio Mariz de Oliveira, advogado de Temer, apresentou petição defendendo que a denúncia seja devolvida. Ele alega que a maior parte dos fatos elencados teriam ocorrido antes de o peemedebista assumir o mandato. E a lei diz que o presidente da República não pode responder por supostos crimes anteriores ao cargo -somente depois que sair dele.

A Secom (Secretaria de Comunicação) do governo Temer distribuiu na segunda (14), por e-mail, a íntegra da entrevista do procurador da República Ângelo Goulart Villela, com severas críticas a Janot, publicada na Folha. Segundo ele, o ex-procurador queria derrubar o presidente para evitar que Raquel Dodge fosse nomeada para o comando do órgão.

Mônica Bergamo – Folha de São Paulo