Temer convida Renan Calheiros para o ministério da Justiça

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), poderá assumir o ministério da Justiça a partir de 2017, a convite de Michel Temer.

Desde o golpe, Renan nunca acenou um apoio integral ao governo ilegítimo. Com o convite, Temer terá um grande aliado a partir do ano que vem.




O presidente do Congresso Nacional é alvo de alguns processos na “Lava Jato”. A pergunta que fica é a seguinte: a Força Tarefa ficará contente em ser comandada por um réu da operação?

Renan pode ser o homem que estancará a sangria da Lava Jato, como tanto quer o senador Romero Jucá (PMDB-RR).

Independente da sua opinião com relação ao golpe, se a presidenta eleita Dilma Rousseff ainda estivesse no poder nada disso aconteceria.