Dra. Márcia Tigani: Pressões psicológicas justificam o AVC de dona Marisa

Não é difícil imaginarmos, mesmo para quem não é médico, a extensão do dano que um organismo pode sofrer por conta de pressões psicológicas da magnitude que Lula, dona Marisa e filhos vem sofrendo.”O corpo fala”, assim dizia o psicólogo francês Pierre Weil em seu livro de mesmo nome.

A expressão da mágoa, da raiva, do sentimento de estar sendo injustiçado, o sentimento de impotência diante de um Estado fascista avassalador apoiado pela mídia que bombardeia há anos o ex-presidente Lula e sua família, com calúnias jamais comprovadas, é sem sombra de dúvida o pano de fundo e o desencadeante do AVC de dona Marisa. Mulher digna, firme, bondosa, honesta, companheira inseparável de Lula, não tolerou a injúria, a calúnia e as difamações sobre seu marido e filhos promovidas pelo juizeco fascista da Republiqueta de Curitiba e pela mídia golpista. Sugestivo é o fato de que, após 2 dias de divulgado o anúncio da inocência do marido no caso Triplex do Guarujá, dona Marisa tenha literalmente ” explodido”.




O que é um aneurisma? É uma dilatação anormal de uma artéria por má-formação congênita (em geral) que enfraquece a parede da artéria e pode ser rompida por aumentos de pressão arterial. Creio que o organismo de dona Marisa resistiu até agora, de forma estoica à perseguição política que sofreram, pelo juizeco de Curitiba.

Findo o teatro de operações do golpe contra a reputação de Lula, cai sua companheira. Nós militantes do PT sabemos que dona Marisa é mais uma vítima do golpe da direita que tem instituído paulatinamente práticas nazi-fascistas que retiram direitos, acusam sem provas e condenam sem julgamento. A história fará justiça a esse homem líder excepcional que é Lula e nossas vibrações positivas ampararão Marisa nesse difícil momento em que suas lágrimas estancadas eclodiram em hemorragia.

Força, dona Marisa!

Dra. Márcia Tigani


Leia mais