Dilma Rousseff: ‘Não autorizei pagamento de caixa 2 a ninguém’

A presidente afastada Dilma Rousseff (PT) disse, na manhã desta sexta-feira (22), em entrevista a uma rádio do Recife, que não está preocupada com caixa dois. E justificou: “Não autorizei pagamento de caixa dois a ninguém”. Ela garantiu, ainda, que não houve problemas. “Na minha campanha, procurei pagar só o valor que devia”. Dilma ressaltou que, se houve pagamento, não foi com o consentimento dela.

As afirmações foram feitas um dia depois de o ex-marqueteiro do PT João Santa e a mulher dele, Mônica Moura, terem admitido essa prática, pela primeira vez, ao juiz Sérgio Moro, responsável pelas investigações da Operação Lava Jato.

O casal afirmou, na quinta-feira (21), que o pagamento de US$ 4,5 milhões feito pelo engenheiro Zwi Skornick foi de caixa dois da campanha presidencial, em 2010. Mônica disse que o pagamento foi referente a uma dívida de campanha do PT. Segundo ela, restou uma dívida de quase R$ 10 milhões que não foi paga.

G1