Início Destaques Desembargador do TRF-4 anula sentença de Moro e aponta erro do magistrado

Desembargador do TRF-4 anula sentença de Moro e aponta erro do magistrado

O desembargador João Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, decidiu contrariar Sergio Moro e mandou soltar um réu já condenado a 20 anos pelo juiz de Curitiba, o ex-gerente da Petrobras Luís Carlos Moreira da Silva. Segundo reportagem do Conjur, Gebran entendeu que Moro não pode usar como desculpa a “não identificação de eventuais contas secretas ou do destino dos valores recebidos ilicitamente pelo réu” para decretar “prisão preventiva para garantir a ordem pública”.




A não localização de valores da OAS que supostamente teriam sido usados para beneficiar Lula foi usado por Moro não só na sentença condenatória, mas na decisão na qual o juiz mandou bloquear os bens do ex-presidente. Moro levantou a hipótese de que os dinheiro que os procuradores consideram propina foi usado em eleições presidenciais. Decisão semelhante foi dada em relação Antonio Palocci.

Leia mais no GGN.


Leia também

Alckmin se comporta como santo ao falar de Aécio

He he he… Quem não riu ao ler a declaração de Geraldo Alckmin sobre Aécio Neves se tornar …