Deputados pretendem obstruir todas as votações na Câmara até a cassação de Eduardo Cunha

Adversários de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) vão obstruir todas as votações no plenário da Câmara dos Deputados até que a cassação seja votada.

Segundo a Coluna do Estadão, se os deputados tiverem exito nas obstruções, o interino terá problemas, pois as MPs da reforma ministerial, da prorrogação do prazo de dispensa de revalidação do diploma dos integrantes do Mais Médicos e crédito extraordinário de R$ 180 milhões para o Ministério do Esporte perderão validade antes da data marcada prevista para a votação da cassação de Cunha.

O governo interino luta para impedir as obstruções.

A alternativa mais viável seria a antecipação do escrutínio da cassação do ex-presidente da Câmara, mas isso deixaria Temer em “saia justa” com o seu principal aliado.