Crivella compara discussão sobre carnaval do RJ com cólicas de parto

O prefeito Marcelo Crivella disse, nesta segunda-feira (19), que não vai voltar atrás na decisão de cortar verba das escolas de samba para o carnaval de 2018. A afirmação foi feita durante a inauguração do mural de 2500 metros quadrados da Escola Rivadavia Corrêa , no Centro. O mural




“Acho que vou criar o bloco ‘é conversando que a gente se entende’. Estamos enfrentando uma crise e as crianças e as creches são prioridades. Temos de reavaliar e corrigir os custos do ano passado, quando houve um aumento do subsídio num momento de euforia”, afirmou Crivella.

O prefeito também comparou a discussão sobre o carnaval com as cólicas de um parto.

“Cólicas não são pra desanimar. As cólicas de uma mulher que vai dar à luz são redentoras”, disse o prefeito que espera que da discussão nasça uma solução para o problema”, completou.

À tarde, representantes da Liesa vão se reunir com o presidente da Riotur, Marcelo Alves.

Leia mais no G1.