Com Temer e o PSDB, Brasil caminha para voltar ao mapa da fome da ONU

O bloqueio de benefícios de mais de 667 mil usuários do programa Bolsa Família, feito pelo de Michel Temer, deixou o deputado federal baiano Valmir Assunção (PT) “indignado”. Ele disse nesta terça-feira (8) que “o governo golpista e sua base aliada estão usurpando os direitos, os benefícios e até o sonho do povo brasileiro”.

Para Assunção, o governo Temer usa o pretexto de ‘encontrar irregularidades’ “para esconder o direcionamento da gestão para a suspensão dos programas sociais criados pelo PT para tirar o povo da miséria”.




“O Brasil caminha para retornar ao mapa da fome, de onde tinha saído com os governos do PT. O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário usa os artifícios de irregularidades para cancelar e bloquear mais de 1,136 milhão de famílias do programa social. 469 mil foram cancelados e 667 mil foram bloqueados pelo governo Temer. Esses cancelamentos valem para o mês de novembro e a gestão federal pretende ficar com mais de R$ 1,024 bilhão – valor relacionado ao pagamento do Bolsa Família. São esses tipos de ações que estão fazendo economia para entregar as riquezas do país e ajudar os correligionários em ‘tenebrosas transações'”, dispara Valmir.

De acordo com informações do governo federal, as famílias que tiveram o benefício bloqueado têm até três meses para comprovar que cumprem os requisitos do programa para voltar a receber os valores. O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário ainda chamou 1,4 milhão de famílias para fazer atualização cadastral em janeiro de 2017.

Via Brasil247


Leia mais