Centrais sindicais preparam nova Greve Geral

Nas festas comemorativas do 1º de maio ontem, lideranças das maiores centrais sindicais criticaram as reformas trabalhista e da Previdência, puxaram vaias ao presidente Michel Temer, anunciaram que poderão fazer nova greve geral e prometeram “marchas” para Brasília para pressionar parlamentares a votar contra as propostas.




Entre os sindicalistas, a avaliação é de que a greve geral do dia 28 foi um sucesso. Hoje, dirigentes das centrais devem se encontrar com senadores para negociar mudanças na proposta trabalhista aprovada na Câmara. Amanhã, a reunião será entre as próprias centrais para definir os próximos protestos.

Leia mais na matéria feita por Cristiane Agostine, Ricardo Mendonça, André Guilherme Vieira e Camilla Veras Mota, no Valor Econômico.