‘Cajú’ presta favor a tucanos ao afirmar que não os apoiará em 2018 caso o partido deixe a base de Temer

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR) reagiu nesta quinta (8) à movimentação de desembarque dos tucanos da base do presidente Michel Temer.




“Se o PSDB deixar hoje a base vai ficar muito difícil de o PMDB apoiá-los nas eleições de 2018”, disse Jucá. “Política é feita de reciprocidade”.

O PSDB decide na próxima segunda-feira (12) se permanece na base. O partido aguarda a conclusão do julgamento no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que pode cassar Temer, para tomar uma decisão.

Contudo, embora a expectativa seja de que a corte eleitoral não impugnará o mandato do peemedebista, tucanos estudam mesmo assim um desembarque.

Leia mais na Folha de São Paulo.