‘Cajú’ afirma que Temer fez mais mágica que o Mister M e o David Copperfield juntos

O presidente do PMDB, senador Romero Jucá (RR), disse que seu partido poderá lançar candidato à Presidência da República em 2018 se o PSDB e nenhum outro partido da base quiser defender o legado do governo Michel Temer. A fala do peemedebista foi dita após ser questionado sobre a relação de seu partido com os tucanos.




“Se não tiver essa defesa do legado, o PMDB não vai ficar órfão da defesa desse legado. Se não tiver ninguém para defender, o PMDB vai lançar um candidato para defender esse legado”, disse.

Jucá disse que o PSDB, um dos principais aliados do governo, passa por um “dilema interno” e que o partido precisa se resolver.

Segundo o peemedebista, que é líder do governo no Senado, Temer deixará ao país um legado econômico. “Esse legado será uma das espinhas dorsais das discussões das eleições”, afirmou ao ser questionado sobre eventuais alianças do PMDB com os tucanos para as eleições de 2018.

Ao ser perguntado sobre se o PSDB defenderá esse legado, ele respondeu que a legenda é que tem que decidir.

“O presidente Michel Temer fez mágica, fez mais mágica que o Mister M e o David Copperfield juntos”, acrescentou.

Leia mais na Folha de São Paulo.