Início Destaques Barroso intima diretor da PF por declarações sobre arquivamento de inquérito contra Temer

Barroso intima diretor da PF por declarações sobre arquivamento de inquérito contra Temer

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso intimou o diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, a confirmar as declarações de que a tendência é arquivar a investigação sobre Michel Temer. 




Em despacho, o ministro, que é relator do inquérito no Supremo, disse ter considerado “manifestamente imprópria” a fala de Segovia, afirmando que ela pode, em tese, “caracterizar infração administrativa e até mesmo penal”. 

Barroso determinou também a Segovia que se abstenha de novas manifestações a respeito.

Barroso faz considerações no documento claramente críticas à entrevista do diretor da PF, publicada pela Reuters na noite desta sexta-feira (9).

O ministro ressaltou que o inquérito ainda tem várias diligências a serem realizadas, não recebeu relatório final do delegado responsável, Cleyber Malta, do Ministério Público, nem dele próprio -“razão pela qual não devem ser objeto de comentários públicos”.

Barroso determina ainda que o Ministério Público seja informado do ocorrido para que “tome as providências que entender cabíveis”.

Leia mais na Folha de São Paulo.


Leia também

Os 30 primeiros dias de Bolsonaro no Governo – Carta a um amigo Londrino

E aí Fernando Assunção, como estão as coisas por aí na Inglaterra? Por que aqui no Brasil …