Babaca, Fernando Holiday, do MBL e do DEM, intimida professores; secretário emite nota de repúdio

Uma ação do vereador Fernando Holiday (DEM) em escolas municipais para fiscalizar suposta “doutrinação” ideológica virou, nesta terça-feira (4), motivo de acusação de “intimidação” a professores pelo secretário de Educação Alexandre Schneider, da gestão João Doria (PSDB).

Holiday, integrante do MBL (Movimento Brasil Livre) e aliado de Doria, postou em seu perfil no Facebook um vídeo falando sobre a visita surpresa à escola municipal Constelação do Índio, no Jardim Campinas, na zona sul de São Paulo, na segunda-feira (3).




“Vou continuar fazendo essas visitas surpresas às escolas do município. Zonas sul, leste, oeste, norte, para verificar, claro, a estrutura da escola, mas também para analisar se há doutrinação no conteúdo que está sendo dado na sala de aula”, diz.

O secretário escreveu que a escola “não é nem nunca será um espaço neutro”. “A escola pública, laica, plural, não deve ser espaço de proselitismo de qualquer espécie”.

Leia mais na Folha de São Paulo.