Auditora fiscal do Trabalho é denunciada pro incitar o ódio contra nordestinos

Diário Centro do Mundo:

Auditora fiscal do Trabalho é denunciada por incitar ódio aos nordestinos nas redes sociais




O resultado das eleições à presidência da República de 2014 repetiu uma cena que foi vista nas eleições de 2010: uma enxurrada de postagens nas redes sociais que incitam o ódio aos nordestinos.

Na época, a estudante Mayara Petruso foi denunciada pelo Ministério Público Federal (MPF) por discriminação e foi condenada a 1 ano e cinco meses de prisão pela Justiça Federal.

Na noite deste domingo, diversos internautas denunciaram usuários de redes como Facebook e Twitter por incitar o ódio contra os nordestinos.

Num caso, a auditora Ingrid Berger foi denunciada à Ouvidoria do Ministério Público do Trabalho (MTE) por postar em seu perfil no Facebook que o Nordeste “merecia uma bomba como Nagasaki, para nunca mais nascer uma flor nos próximos 70 anos”.

Auditora fiscal do Trabalho, Ingrid trabalha na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Cuiabá. A denúncia foi protocolada pelo advogado baiano Durval Saback.

A conta de Ingrid Berger foi deletada, assim como a postagem. Mas o print da tela foi salvo.

image


Leia mais