Diabéticos vivem drama com o fim da Farmácia Popular

Pessoas portadoras do Diabetes Mellitus da cidade de Curitiba reclamam da falta de medicação gratuita nas farmácias.

O Cloridrato de Metformina é a substância que normalmente é receitada pelos médicos do SUS aos portadores do tipo 2 da doença – quando o paciente produz insulina, mas a mesma não consegue exercer a função adequada. A medicação atenua a alta da taxa de glicose na corrente sanguínea e permite que o paciente leve uma vida normal.

Henrique Faustino, morador do bairro Santa Felicidade e portador do Diabetes Mellitus  tipo 2, relatou que sempre adquiria a medicação na Farmácia Popular, porém, hoje (27), ele não encontrou o remédio nas quatro farmácias que procurou. Os funcionários alegaram que o ministério Saúde não deu o sinal para a liberação do Cloridrato de Metformina para as drogarias.

Após relatar o ocorrido, Henrique ainda questionou: “isso é uma lei?” “se for uma lei, é possível o ministério da Saúde fazer isso?”

O diabetes está relacionado a outras patologias, além de causar complicações renais e cegueiras, pode ser fatal devido à possibilidade de infarto do miocárdio silencioso.