Aliados na Câmara afirmam que Temer não aprovará a reforma da Previdência

Aliados de Michel Temer avisaram ao Palácio do Planalto que a reforma da Previdência não passará na Câmara dos Deputados antes de 2019. Eles argumentam que apenas a discussões sobre idade mínima para mulheres e homens serão discutidas nesse ano.




As informações são do Congresso em Foco.

“Chegou o momento de pensarmos somente na idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres, e fazer o período de transição”, disse o deputado Fábio Ramalho (PMDB-MG).

Outro fator que impossibilitará a aprovação da PEC é a denuncia que a PGR oferecerá contra Michel Temer – que deverá ser analisada pelo plenário da Câmara.

Existem, também, outros projetos de interesse dos parlamentares para passar a impressão à população que o legislativo não foi afogado pela crise.

A conclusão é que a PEC da reforma da Previdência só será aprovada após 2019.