Alexandre de Moraes tem ampla maioria no Senado e será empossado no STF

O indicado ao STF, Alexandre de Moraes, já tem o mínimo de votos necessário para ser aprovado no Senado. Todos os 81 senadores foram consultados, e 37 declaram abertamente o voto a favor de Moraes. O Poder360/Drive sabe que há outros 4 que votam sim, mas ainda não querem expressar a posição publicamente. Com isso, Moraes atinge o mínimo de votos necessários –a maioria absoluta– para ser aprovado pela Casa.

O Ministro da Justiça licenciado será sabatinado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na 3ª feira (21.fev.2017). O relatório de Eduardo Braga (PMDB-AM) foi amplamente favorável ao indicado. Destacou o currículo de Moraes e citou as instituições que apoiam sua nomeação.




A sabatina não tem limite de tempo. A última, do ministro Edson Fachin, em 2015, durou cerca de 11 horas. A de Luís Roberto Barroso, em 2013, chegou a 7 horas, enquanto a de Teori Zavascki, em 2012, durou pouco mais de 3 horas.

Caso a maioria simples dos integrantes do colegiado aprove a indicação, o nome de Moraes segue para o crivo do plenário do Senado. Ao menos 11 integrantes votarão pela aprovação de Alexandre de Moraes, segundo levantamento do Poder360. Apenas 5 declararam não aprovar o nome. Dificilmente a indicação do presidente Michel Temer será rejeitada na CCJ.

Leia mais no Poder360