MST ocupa fazenda da golpista Ana Amélia

O Movimento de Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocupou na madrugada desta quinta-feira a fazenda Saco de Bom Jesus, localizada no município de Formosa, interior de Goiás. A fazenda é ligada a ligada à senadora Ana Amélia Lemos (PP).

O objetivo da ocupação é denunciar a existência de espaços improdutivos, ao mesmo tempo em que é negado à milhares de famílias um espaço de terra. Em Goiás, a estimativa é que cerca de 5 a 8 mil famílias estejam acampadas por todo o estado, à espera da terra.




A ação segue o conjunto de mobilizações realizadas pelo país pela Jornada de Lutas Unitária dos Trabalhadores e Trabalhadoras e Povos do Campo, das Aguas e das Florestas.

Em Brasília-DF, 2000 integrantes de movimentos campesinos, reunidos nos dias 05 a 07 de setembro, ocuparam o Ministério do Planejamento e apresentaram à Casa Civil, Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e Ministérios das Cidades e Desenvolvimento Social um conjunto de pautas de reivindicações para retomada das políticas agrárias, paralisadas com as medidas adotadas pelo governo interino de Michel Temer (PMDB), e para defesa de uma reforma agrária de caráter popular. O membro da coordenação nacional, Marco Antônio Baratto comenta sobre as mobilizações de reivindicação: “Tensionar o governo central para iniciar um negociar um processo de negociação em torno da reforma agrária, agricultura familiar e camponesa”, aponta.

Leia mais no Brasil 247.